Inteligência Artificial e Reconhecimento Facial para registro de ponto em áreas remotas

O agronegócio é um dos maiores setores econômicos do Brasil, responsável por uma soma de mais de R$ 139 bilhões de ganhos em bens e serviços. Com isso, as tecnologias de inteligência artificial e reconhecimento facial tem grande papel de destaque nesse crescimento.

O uso da Inteligência Artificial e Reconhecimento Facial fizeram parte de um marco recorde sobre o crescimento do agronegócio no Brasil. Segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), o PIB do agronegócio no país cresceu fortemente ao longo de 2020 e o ano fechou com um recorde de progresso calculado em quase 25%.

Esse setor gera um número considerável de empregos, afetando diretamente a renda e o consumo do povo brasileiro e, como qualquer outro setor, pode ser vinculado e melhorado a partir do uso de tecnologias.

Mas nem sempre isso foi possível. O acesso às tecnologias em áreas rurais e em áreas remotas ainda era um problema. Essa realidade mudou por conta de soluções em reconhecimento facial offline que tem proporcionado maiores chances de acesso dos trabalhadores, mesmo com baixa ou nenhuma conexão com a internet.

O cenário e as necessidades dos trabalhadores em áreas remotas

Com os indicativos mencionados anteriormente, o mercado de agronegócio tem trazido bons ganhos ao Brasil, demonstrando ser uma poderosa e constante potência econômica para o país. Em lucro, o segmento marcou uma soma de bens e serviços de R$ 139,7 bilhões. Em estatística, o setor se garante com ⅓ dos trabalhadores brasileiros.

Mas esse cenário desencadeou algumas demandas para os colaboradores. Por exemplo:

  • A rotina de quase 3 mil colaboradores em média por empresa se tornou mais acelerada;
  • No quadro, é necessário compor a necessidade de ser mais produtivos, ativos, bem como registrar com precisão os momentos de entrada e saída da empresa e os horários de pausa;
  • O ambiente tem alto fluxo de colaboradores circulantes e é preciso um severo e preciso controle de acesso e registro de ponto;
  • Em determinadas áreas (a maioria delas) as empresas lidam com sérios problemas de conexão com a internet por conta da distância de grandes centros urbanos;
  • Os equipamentos tecnológicos costumam acompanhar um custo muito alto de aquisição e de manutenção.

Por tudo isso, as empresas agrícolas precisam de respostas para esses entraves.

O trabalho que possibilita e facilita o acesso de colaboradores em áreas remotas

Nessa conjuntura, a função da plataforma de biometria facial é proporcionar meios a favor desse crescimento empresarial contínuo com o uso da Inteligência Artificial e Reconhecimento Facial. Isso é possível a partir de serviços como a plataforma de biometria facial.

Victor Gomes, CEO da Gryfo, complementa: “pensamos e atuamos da melhor forma para que todos aqueles que adquirirem a plataforma consigam fazer ótimos negócios. Além disso, o sucesso do nosso reconhecimento facial é garantido pela taxa de 99,8% de acerto (mesmo com baixa iluminação), pela facilidade de implementação e pelo custo baixo dessa grande inovação”.

E o primeiro passo para esse cenário se tornar válido é com o acesso a essa plataforma. A plataforma de reconhecimento facial deve permitir o acesso de colaboradores em áreas remotas por conta do seu funcionamento sem a necessidade de conexão com a internet, totalmente off-line.

A solução é uma aplicação que combina o uso da IA e de Machine Learning, o que proporciona praticidade, agilidade e eficiência para o registro de pontos no campo para os milhares de colaboradores rurais.

Através da tecnologia das máquinas que “enxergam” com visão computacional, esse colaborador vai ser fotografado e reconhecido pelo sistema e, mesmo se não houver conexão à rede, o registro será armazenado e enviado à base para a análise offline instantâneo e para o acesso online posteriormente.

No site da Gryfo é possível conhecer mais sobre essas e outras soluções.

Notícia publicada em Agência O Globo.

Originally published at https://gryfo.com.br on August 16, 2021.

Inteligência em Imagens | Vídeos Analíticos | Controle de Processos

Inteligência em Imagens | Vídeos Analíticos | Controle de Processos