Controle de Ponto com Reconhecimento Facial

Por meio da tecnologia, processos têm sido otimizados e facilitados em diferentes setores. E um dos que têm conseguido diversos benefícios é o de Recursos Humanos (RH), através de novas possibilidades de controle de ponto.

Esse é um recurso indispensável para qualquer empresa, pois, com ele, é possível ter acesso a jornada de trabalho dos funcionários, verificar informações importantes sobre carga horária, folgas, organizar folha de pagamento, entre outros, que são fundamentais para manter o bom funcionamento da empresa.

Para tornar todas essas tarefas mais rápidas e assertivas, o reconhecimento facial é a tecnologia que tem ajudado a tornar o controle de ponto atual e otimizado.

Por isso, esse tipo de controle nas empresas já é uma tendência e promete revolucionar ainda mais as tarefas do RH.

Dessa forma, neste post, trouxemos as informações sobre como o controle de ponto com reconhecimento facial funciona, quais as características dessa tecnologia e os benefícios que ela proporciona para o negócio.

Acompanhe os itens que colocamos para você:

  • Importância do controle de ponto nas empresas
  • Controle de ponto com reconhecimento facial (RF): como funciona?
  • Vantagens dessa tecnologia
  • Essa tecnologia atende a legislação?
  • Por que aderir o controle com RF?

Importância do controle de ponto nas empresas

Essa é uma importante ferramenta para as organizações, já que, sem ela, seria praticamente impossível gerenciar horários, verificar faltas, atrasos e outras demandas, que podem impactar tanto a produção da empresa como os direitos dos trabalhadores.

Para o RH, esse é um sistema indispensável. Isso porque, esse setor realiza as tarefas que estão entre as mais burocráticas da empresa como, por exemplo, a organização do fechamento de folha ao final de cada mês.

No intuito de garantir a organização de atividades tão importantes, o primeiro tipo de controle de ponto utilizado foi na versão manual, conhecido como livro de ponto.

Esse é um modelo antigo, mas que algumas pequenas empresas ainda utilizam. Ele consiste em um registro da data do trabalho, nome do colaborador, com hora da entrada, saída, pausas de descanso e almoço.

Apesar de muitas empresas de pequeno porte ainda insistirem nesse tipo de método, acreditando que ele tem um custo menor e sem manutenção, esse é um grande equívoco.

Embora de imediato ele pareça barato, é um tipo de controle de ponto suscetível a muitas falhas e até anotações indevidas, motivadas por fraudes na jornada.

Além disso, é um método que gera retrabalho, pois o RH precisa sempre conferir. Sem falar, que as inadequações podem resultar em processos judiciais, com grandes custos para empresa.

Assim, as organizações começaram a adotar sistemas mais robustos, com tecnologias que ajudam nesse controle, como o controle mecânico, eletrônico ou digital (online/offline).

Dessa forma, outras tecnologias foram incorporadas para tornar esse recurso ainda mais eficaz, como a biometria facial. Veja, como o controle de ponto com reconhecimento facial funciona.

Controle de ponto com reconhecimento facial: como funciona?

O RF é uma tecnologia que possibilita a identificação de pessoas através de padrões biométricos faciais. Esse sistema é baseado em Inteligência Artificial, o qual funciona através do aprendizado de máquina, com algoritmos matemáticos que são capazes de mapear diversos pontos da face, conhecidos como pontos biométricos.

Utiliza-se os pontos faciais pelo sistema de RF para medir as variáveis na identificação. Tais variáveis, podem ser detectadas a partir da distância entre os olhos, tamanho das sobrancelhas, contorno da face, espessura dos lábios, largura do nariz etc.

Com esses pontos, o sistema faz uma análise que gera um código correspondente à biometria facial do indivíduo. Dessa forma, toda vez que é feita apresentação ao sistema, ele compara os dados da imagem recebida com os dados na base, verificando a probabilidade de que sejam iguais.

Descrevendo assim, o que vemos é um recurso sofisticado e complexo, mas que consegue entregar uma resposta extremamente rápida. E por isso, facilita muito os sistemas de controle de ponto.

Para essa finalidade, o RF pode ser usado tanto em aparelhos eletrônicos fixos na empresa, como em aplicativos de marcação no próprio celular.

Nos terminais de controle de ponto da empresa, basta que o colaborador se posicione em frente a câmera do aparelho, para que o sistema faça a leitura em, no máximo, trinta segundos.

Controle de ponto para reconhecimento facial nos Smartphones

Essa é uma ótima opção para trabalhos externos ou para os modelos home office. Sem falar que, em locais de difícil acesso, essa tecnologia permite o controle de ponto mesmo offline, tornando o trabalho do RH possível, mesmo nesses contextos.

Vantagens do controle de ponto por reconhecimento facial

Entenda as principais vantagens de usar o controle de ponto com RF:

Reduz os riscos de contaminação

Assim, esse é um método de controle de ponto que substitui a biometria por impressão digital, já que a tecnologia de RF não exige qualquer contato com o equipamento da empresa ou com outros colaboradores, sendo uma vantagem que beneficia toda sociedade.

Segurança das informações

Isso garante que as informações capturadas, por um controle de ponto com RF, serão seguras e muito difíceis de sofrer alterações ou manipulações.

Rapidez e praticidade

Além disso, esse sistema oferece praticidade, pois pode ter a sua integração feita facilmente com outras ferramentas de gestão de pessoas, facilitando a rotina do RH e de gestores.

Facilmente adaptável

Isso garante fácil adaptação da equipe. Sem falar, que a empresa garante um método atual, acompanhando as tendências inovadoras do mercado. Embora muitas pessoas não entendam, uma empresa que está alinhada com novas tecnologias, sempre garante vantagem competitiva.

Facilita a gestão da jornada fora do escritório

Assim, para a gestão de pessoas, tanto em home office como em trabalhos externos, o controle de ponto com RF garante a marcação da jornada de trabalho. E mesmo sem acesso à internet, essa tecnologia torna o trabalho possível.

Essa tecnologia atende a legislação?

Com a utilização do registro de ponto por softwares, o uso da biometria facial ficou quase que obrigatória, no intuito de evitar fraudes, mas a lei não obriga.

Entretanto, a norma estabelecida pela Portaria 373 de 2011 determina que os novos meios de registros não devem:

  • Restringir a marcação;
  • Fazer marcações de ponto automáticas;
  • Exigir autorização prévia para a marcação de horas extras.

Além disso, esse tipo de controle precisa:

  • Estar disponível no local de trabalho;
  • Identificar empregado e empregador;
  • Ter exportação dos dados registrados, de maneira eletrônica ou impressa, com os dados fiéis da marcação.

Por que aderir ao reconhecimento facial para controle de ponto?

Portanto, o controle de ponto com RF melhora as atividades do negócio e torna a empresa mais próxima das inovações.

E você? O que falta para implementar essa inovação em sua empresa? Não deixe seu negócio ficar obsoleto e fora da competitividade do mercado. Conheça a plataforma de Reconhecimento Facial da Gryfo e inove em seu negócio.

Originally published at https://gryfo.com.br on June 21, 2021.

Inteligência em Imagens | Vídeos Analíticos | Controle de Processos

Inteligência em Imagens | Vídeos Analíticos | Controle de Processos